A CASA SUÍÇA TRAZ A EXPOSIÇÃO “SUÍÇOS DO BRASIL” ATÉ NOVA FRIBURGO

 

Mostra itinerante destaca a imigração Suíça ao Brasil, seus personagens e seus eventos marcantes.

 

 

A exposição “Suíços do Brasil” é um projeto da Embaixada Suíça no Brasil e do Consulado Geral da Suíça em São Paulo. Com a parceria local da Casa Suíça, ela abriu as suas portas no dia 15 de maio de 2010, no Centro de Arte e ali ficando durante 2 meses. Em seguida ela foi apresentada, entre os meses de agosto e setembro, na Casa Suíça em Conquista. Ao todo um público de 1.600 pessoas visitou a exposição.

 

Essa mostra itinerante foi concebida para o lançamento no Brasil do programa Laços Suíços, que visa reforçar os laços da Confederação Helvética com as colônias suíças na América Latina. Assim, vários eventos foram previstos para o biênio 2009 / 2010 em toda a América Latina. No Brasil, esse “movimento” ganhou o formato de uma exposição.

 

Concebida em módulos que se adaptam a diferentes espaços de exposição, “Suíços do Brasil” se desenvolve em dois eixos: ela evoca, num primeiro momento, os eventos históricos marcantes que culminaram com a formação das colônias suíças no Brasil para, então, nos fazer mergulhar nas biografias de 21 personagens de áreas diversas como a música, a engenharia e a literatura, que ajudaram a construir essa história que une o povo brasileiro e o suíço através dos tempos.

 

A Casa Suíça de Nova Friburgo se orgulha em participar desse projeto, por ser ela mesma, fruto dessa cooperação histórica.

 

A exposição foi inaugurada em 2009, em Indaiatuba, no interior de São Paulo, na colônia Helvética, fundada em 1988 por imigrantes que vieram trabalhar nas fazendas de café da região. Logo depois, ela seguiu para a capital. Nova Friburgo será, assim, a primeira cidade fora do Estado de São Paulo a receber essa mostra.

 

Ao entrar como parceira no programa de itinerância da exposição Suíços do Brasil, a Casa Suíça teve a possibilidade de acrescentar módulos locais aos demais elementos da mostra. Esses módulos nos dão a possibilidade de fazer um “zoom” em alguns aspectos históricos locais e ainda apresentar as biografias de personagens diretamente ligados à história e ao desenvolvimento da nossa cidade e da nossa região.

 

Dentro do contexto dessa mostra foi realizada também uma mesa redonda na Faculdade de Filosofia Santa Dorotéia com a participação do historiador suíço Martin Nicoulin autor do livro: A Gênese de Nova Friburgo. Participaram também os historiadores: João Raimundo, Bluma Salomão e Jorge Miguel Mayer.

 

Esse projeto de exposição foi patrocinado por Novartis, por Dannemann, Siemsen, Bigler & Ipanema Moreira e contou ainda com o patrocínio local de Silthur, Gemini e Wermar e apoio de Prefeitura Municipal de Nova Friburgo.

 

Hoje, depois de percorrer diferentes cidades e regiões, essa mostra retorna à Nova Friburgo, desta vez de forma definitiva. Ao final da itinerância em 2010 um acordo firmado entre o Instituto Fribourg-Nova Friburgo e o Consulado Geral da Suíça em São Paulo possibilitou a doação da exposição à Casa Suíça de Nova Friburgo. Em breve, a mostra estará novamente aberta ao público, aguardem !!!!